Turismo

O “novo normal” do Turismo no Egito

O Coronavírus mudou o mundo e aqui no Egito tudo virou ao avesso! Turismo, escolas, cafés, restaurantes, academias, clubes e locais de entretenimento encerraram suas atividades por mais de 90 dias. O vírus não só afetou a saúde, mas economicamente enfraqueceu vários setores.

No Egito, o turismo é uma das maiores rendas do país, e foi sem dúvida um dos setores mais afetados durante a pandemia.

O turismo doméstico voltou a funcionar no mês passado e a partir de 1º de Julho, o país abrirá as fronteiras para receber turistas de outros países.

O que esperar do Turismo depois da Pandemia

Seguindo as recomendações da OMS, o Ministério do Turismo e Antiguidades em parceria com o Ministério da Saúde, elaborou um plano para a retomada do setor. Mas antes de você sair correndo para fazer as malas e embarcar para a terra dos faraós, saiba como funciona o “novo normal” do turismo no Egito:

  • Somente os hotéis com o certificado “Hygiene Safety Certificate” poderão voltar a funcionar.
  • Hotéis e resorts só poderão funcionar com 50% da sua capacidade total.
  • O estabelecimento deve cumprir as instruções designadas pelo Ministério da Saúde para uso central do ar condicionado.
  • O gerente do estabelecimento deve assinar uma declaração afirmando o compromisso com as regras.
  • Se qualquer violação for comprovada, a licença é revogada e o estabelecimento é encerrado.
  • O distanciamento social deve ser garantido e as mesas devem ser colocadas a 2 metros de distância uma da outra.
  • Elevadores devem operar com 50% da sua capacidade total.
  • Parquinhos não podem funcionar, consumo de shisha e festas estão proibidas.
  • As toalhas de mesa de pano não devem ser usadas e, de preferência, substituídas por toalhas descartáveis. Caso sejam usadas toalhas de pano, elas devem ser trocadas após a saída de cada cliente.
  • É aconselhável usar pratos e utensílios descartáveis para comer e disponibilizar desinfetantes e lenços umedecidos nas mesas.
  • Adesivos de piso para distanciamento social devem ser colocados para organizar as filas de banheiros e elevadores.
  • A esterilização frequente das maçanetas e torneiras é necessária.
  • Os sanitários devem ser higienizados após serem utilizados por cada cliente, usando os detergentes indicados pelo Ministério da Saúde. Além disso, móveis e tecidos devem ser higienizados com frequência.
  • Buffet aberto (self-service) está proibido.
  • Áreas públicas dos hotéis são desinfetadas a cada hora
  • Todos os hotéis tem uma clínica interna e um médico residente
  • O estabelecimento deve instalar faixas informando que aqueles que apresentam sintomas não podem entrar no local.
  • Desinfetantes para as mãos devem ser disponibilizados na entrada do estabelecimento. E sinais clarificando diretrizes de segurança devem ser colocados em todos os lugares.
  • Check in/out eletrônico ou com caneta descartável.
  • Verificação de temperatura dos hóspedes.
  • Um andar do hotel ou hotel próximo está alocado para servir como quarentena de casos menos, não críticos e suspeitos.
  • Desinfecção das bagagens no check in e check out.
  • Todos os quartos possuem desinfetante, máscaras e luvas.
  • Espaço de 2 metros entre as cadeiras de praia.
  • Toalhas de praia entregues nos quartos.
  • Equipamentos da academia esterilizadas a cada hora e distanciamento entre os equipamentos deve ser mantido.
  • As latas de lixo com pedais devem ser colocadas em banheiros e cozinhas.
  • O estabelecimento deve seguir as instruções do Ministério da Saúde e da População ao descartar o lixo. O local também deve estar bem arejado e os filtros do ar condicionado devem ser limpos periodicamente.
  • Apenas metade dos funcionários dos restaurantes podem servir os clientes.
  • A temperatura corporal dos trabalhadores deve ser medida diariamente e o Ministério da Saúde e População deve ser informado de todos os casos detectados.
  • Equipamentos de proteção e desinfetantes fornecidos por empresas e credenciados pelo Ministério da Saúde e População devem ser disponibilizados para os trabalhadores.
  • Os trabalhadores devem usar máscaras e os que apresentam sintomas não devem trabalhar.
  • O distanciamento social deve ser garantido nas cozinhas, e a conscientização dos trabalhadores sobre riscos de infecção e medidas de proteção são essenciais.
  • A aglomeração na entrada do estabelecimento deve ser reduzida mediante reserva prévia e a temperatura dos clientes deve ser medida.
  • Para o serviço de take-away, um metro de distância deve ser mantido entre cada cliente e o outro metro dentro do restaurante durante o pedido. Em seguida, o cliente precisa esperar do lado de fora até que o pedido esteja pronto e seja entregue por um trabalhador.
  • Somente duas crianças com menos de 12 anos são permitidas com os hóspedes no quarto.
  • Clientes que não são hóspedes são permitidos nos restaurantes e academias de hotéis e resorts, respeitando a capacidade máxima de operação.
  • SPA’s estão proibidos.
  • O quarto deve ser arejado por 12 horas após a esterilização entre o check-out e o check-in.
  • Antes e depois das férias, os trabalhadores devem ficar em quarentena por 14 dias.
  • O número de turistas por grupo não deve exceder 25.
  • Agências de viagens devem providenciar máscaras para os turistas.
  • Em monumentos, museus e outras atrações somente 50% da capacidade será permitida.

Vôos internacionais a partir de Julho

Os vôos serão retomados com países que reabrirão seus aeroportos no próximo mês. O que muda nos vôos:

  • Apenas refeições secas e bebidas enlatadas serão servidas.
  • Publicações impressas serão proibidas nas aeronaves.
  • Desinfetantes, luvas e máscaras serão fornecidos para cada passageiro.
  • Assentos isolados serão alocados para pessoas com doenças crônicas que não podem usar máscaras por um longo período, bem como passageiros que podem apresentar sintomas.
  • Os passageiros deverão assinar um documento de reconhecimento especificando a cidade egípcia que planejam visitar antes de receber seus cartões de embarque.
  • Os passageiros que chegarem de países onde a a contaminação do COVID-19 está alta de acordo com os números da OMS, deverão enviar os resultados de um novo teste de PCR 48 horas antes de seus vôos.
  • Os viajantes são obrigados a manter uma distância segura entre si durante o embarque e desembarque do avião.
  • Todos os aviões serão esterilizados e desinfetados após cada voo.
  • Passageiros e tripulações serão obrigados a usar máscaras faciais.

Deixe seu comentário e siga o blog Vida no Egito.

Gostou dessas dicas e quer saber mais? Siga nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube. E fique por dentro de tudo o que acontece aqui na terra dos faraós!

2 respostas »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.