Turismo

O sonho de Najwa Zaidan

É preciso mais que uma vida para estudar o Egito e é preciso várias vidas para entende-lo!

É com esta frase eu começo a falar um pouco da minha história com o Egito como uma turista comum e como uma bailarina profissional de dança oriental, e que tem no Egito a maior base de inspiração e berço de informações sobre cultura,  dança do ventre e folclore.

Eu sou apaixonada  pelo Egito desde criança, e isso era um sonho inacessível para mim, pois sempre fui de família humilde, e meus pais nunca puderam me proporcionar uma viagem deste calibre para exterior. Porém, através da dança do ventre e da minha profissionalização nesta arte, conheci muitos países: China, Japão, Tailândia, Malásia, Líbano, Dubai, Itália e Marrocos, mas o Egito continuava sendo o meu grande sonho desde criança.

Uma das mesquitas do Egito

Eu achava  eu era um custo muito alto, porém quando fiz 40 anos, resolvi me dar de presente esta viagem tão esperada. Através de uma indicação de uma aluna, conheci um guia local e uma empresa que me recepcionaram e fizeram então meu sonho acontecer.

A primeira viagem ao Egito

A ansiedade era inevitável! O grande dia finalmente havia chegado. Eu embarquei com mais oito alunas com destino ao meu sonho, fiz conexão na França e cheguei ao Egito ao amanhecer de uma manhã de Junho de 2014.

Quando o avião tocou o solo, eu chorei de felicidade e ansiedade, um misto de sentimentos que eu sequer consigo explicar.

O aeroporto era pequeno na época, um calor de matar, muita gente, muita confusão, mas a felicidade era tamanha que eu simplesmente não liguei. Uma das minhas malas acabou sendo extraviada no meio do caminho, mas não me importei, queria era sair do aeroporto, pisar e curtir a terra faraônica tão sonhada.

Meu choque inicialmente foi grande! O Egito em nada era o que  eu imaginava, achei muito sujo e o trânsito maluco. As pessoas são super recíprocas, gentis e acolhedoras. Os hotéis 5 estrelas são maravilhosos, e eu pensava “- No Brasil, jamais teria condições financeiras para se hospedar em um  hotel deste nível“.

Estranhei bastante a comida, tudo condimentado com muito cominho, pimenta, pimentão e coentro…tudo que eu odeio (rs), mas eu nem ligava, pois até então eu estava realizando meu grande sonho.

Beijinho no camelo

Cada passeio, cada lugar conhecido era uma emoção, parecia que eu já havia vivido e visto aquilo em algum lugar do passado, tudo era novidade, porém não desconhecido.

Foram tantos templos, pessoas, lugares, sabores e cores que se tornaram inesquecíveis para mim e me fizeram amar ainda mais o Egito. Estive em lugares que via nos livros de história e documentários. Foram dias de felicidade e glória para minha alma e coração, coisas que me surpreenderam muito pelo tempo, pela conservação das estátuas e tumbas, templos e riqueza arqueológica deste pais.  

Nos dias que eu estive lá, descobri um povo guerreiro, sofrido também pela pobreza do país e desigualdade social, mas que não tiram o sorriso do rosto e alegria de viver.

Na riqueza do povo que é considerado berço da civilização, podemos constatar que existia há milênios atrás uma arquitetura de ponta, engenharia, matemática e astronomia avançada, um berço rico de artes, pintura e esculturas de proporções inimagináveis para época.

Proporcionando sonhos para outros brasileiros

Eu não queria mais voltar para o Brasil e determinei a mim mesma que eu voltaria mais uma vez para Egito, e seria uma missão ser uma representante da terra dos faraós no Brasil, a fim de dar a oportunidade para outras pessoas que sonhavam como eu em conhecer este país incrível.

Em parceria com meus amigos e hoje sócios no Egito na parte de turismo, no mesmo ano em 2014 fundei a Zaidan Tours, uma empresa de turismo em parceria com Fun Trip  do Egito, e há 6 anos realizamos sonhos de brasileiros que querem conhecer o Egito com valores acessíveis, com roteiros destinados àqueles que querem fazer turismo, e estudar arte e dança.

Desde de 2014 eu voltei ao Egito várias vezes, levando comigo  pessoas, seus sonhos e expectativas, e cada vez que o avião pousa no Cairo, é como se fosse a minha primeira vez, eu choro e sinto como se fosse minha segunda casa no mundo.

Coisas que você não pode perder no Egito

  • Templos e lugares Turísticos.
  • Sul do Egito (Aswan, Luxor, Edfu e Mar Vermelho)
  • Cruzeiro pelo Nilo
  • Museu Egípcio
  • Vila Núbia
  • Vila dos beduínos no deserto
  • Alexandria
  • Fábrica de essências e perfumes
  • Fábrica de papiros
  • Mercado Khan el Khalili
  • Show dos Derviches
  • Pirâmides de Gizé, Sakkara e Dahshur
  • Restaurantes e comidas típicas
  • Passeio de Felucca
  • Abu Simbel
  • Mesquitas

Assim como eu , espero que você possa realizar seus sonhos de pisar em terras egípcias, pois esta viagem é um divisor de águas para qualquer pessoa.


Deixe seu comentário e siga o blog Vida no Egito.

Gostou dessas dicas e quer saber mais? Siga nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube. E fique por dentro de tudo o que acontece aqui na terra dos faraós!

Categorias:Turismo

Marcado como:, ,

5 respostas »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.