Religião

O que é Hajj?

Hajj é um dos cinco pilares do Islã e é uma obrigação para todos os muçulmanos que tem condições de fazê-lo. A perigrinação do Hajj acontece durante o Dhu Al Hijjah, o último mês do calendário islâmico.

O ritual se traduz literalmente como “participar de uma jornada” tanto no sentido de viajar quanto no sentido de internalizar suas intenções de fé.

Todos os anos milhares de devotos muçulmanos viajam para Mecca na Arábia Saudita para realizar o Hajj.

Este ano o hajj começa 28 de Julho e termina na noite de 2 de Agosto.

História do Hajj

Alguns elementos da peregrinação remontam à época do Profeta Ibrahim em 1813 aC. A história indica que Deus ordenou que o profeta Ibrahim deixasse sua esposa, Hagar, e seu filho Ismail, sozinhos no deserto da antiga Mecca.

Hagar, saiu a procura de água para seu filho Ismail, e correu entre duas pequenas colinas, Al Safa e Al Marwa, sete vezes. Quando ela retornou para Ismail, ela o viu arranhando o chão e dizendo que um milagre de Deus fez com que uma fonte de água brotasse sob eles.

Hoje, os peregrinos do Hajj andam entre essas duas montanhas como parte dos rituais da peregrinação e em memória desse milagre. O local que brotou a água milagrosa, é a fonte de Zamzam, até hoje os muçulmanos que vão ao Hajj bebem dessa água e também trazem em garrafas para seus familiares.

A Caaba também está ligada ao Profeta Ibrahim, que a construiu com a ajuda do seu filho. Deus ordenou a construção da Caaba e que Ibrahim convidasse pessoas para fazerem a peregrinação lá. A história conta que a pedra negra usada para construir a Caaba foi trazida do céu pelo anjo Gabriel.

Antes do Islã a Caaba foi usada para cultos pagãos, e só após a vinda do profeta Muhammad foi que esses elementos pagãos foram eliminados de Caaba e assim foi realizado o primeiro e único Hajj, com um grande número de pessoas.

Aqueles que acompanham o Profeta Muhammad na peregrinação observaram todos os seus movimentos e até hoje essas etapas são executadas na mesma sequência pelos peregrinos muçulmanos.

O que acontece no Hajj?

Durante a maior peregrinação anual os fiéis repetem um série de rituais que foram realizados pela primeira vez pelo Profeta Muhammad.

O hajj é obrigatório?

É obrigatório para todos os muçulmanos que tem condições financeiras e de saúde. Aqueles que não podem fazer a peregrinação podem pedir que alguém faça o Hajj em seu nome.

Hajj – Monte Arafat

Niyyah

Antes de partir para a peregrinação, os muçulmanos devem se purificar e declarar sua Niyyah (intenção) a Deus. O Niyyah deles para o Hajj deve ser sincero e somente por Deus, não por outros assuntos mundanos.

Ihram

Os peregrinos também devem entrar no que é conhecido como estado de Ihram, por meio do qual preparam seus corpos e mentes para os rituais da peregrinação. Isso exige que eles recitem uma intenção e sigam um determinado código de vestimenta.

A vestimenta para os homens consiste em usar dois panos brancos sem costura para, com um enrolado na cintura chegando abaixo do joelho e o outro pendurado no ombro esquerdo e amarrado no lado direito. As mulheres devem usar roupas comuns de acordo com os preceitos islâmicos, com as mãos e o rosto descobertos.

Acredita-se que vestir essas vestes brancas não costuradas distancie o homem da ostentação material e o envolva em um mundo de pureza e espiritualidade, pois acredita-se que as roupas mostrem individualidade e distinção e criem barreiras superficiais que separam os indivíduos. As roupas de Ihram são vistas como a antítese desse individualismo. As roupas de Ihram também são um lembrete das mortalhas usadas após a morte.

The Philosophy of Hajj Rituals

Os peregrinos devem abster-se de certas atividades, como cortar as unhas, depilar qualquer parte do corpo, ter relações sexuais, usar perfumes, danificar plantas, matar animais, cobrir a cabeça (para homens) ou o rosto e as mãos (para mulheres), casar ou carregando armas.

Todos os peregrinos são iguais perante a Deus, sem nenhuma diferença entre ricos e pobres.

As etapas da peregrinação

Os 10 primeiros dias do Dhu Al Hijjah são os mais importantes do ano,

Nesses 10 dias do mês de Dhul Hijjah, que são os mais importantes do ano de acordo com a religiao islâmica, e durante esses dias é quando acontece a peregrinação à Mecca. Já as 10 noites mais importantes são as que acontecem durante o mês do Ramadan.

Dia 1: Tarwiyah – Dhu Al Hijjah 8

No primeiro dia, os peregrinos iniciam o Hajj em Caaba. Eles devem circular a Caaba no sentido anti-horário e orar a Deus.

Após isso, vem o Sa’ey, onde os muçulmanos encenam a jornada de Hagar, a esposa do profeta Ibrahim, a procura de água para seu filho Ismail. Nesta parte do ritual os muçulmanos caminham entre as duas colinas Al Safa e Al Marwa.

Em seguida, os peregrinos vão até Mina, a cinco quilômetros de distância de Caaba. Neste local os muçulmanos fazem orações e passam a noite no vale onde o Profeta Ibrahim apedrejou o diabo.

Dia 2: Arafat – Dhu Al Hijjah 9

Arafat é o ponto alto da peregrinação. Neste dia após a oração da alvorada, Fajr. os peregrinos se deslocam até o Monte Arafat onde foi o local que o profeta Muhammad deu o seu último sermão,

Após a descida da colina de Arafat, os muçulmanos seguem para Muzdalifah para orar e pegar pedras (recomenda-se 70 pedras) para o ritual de apedrejamento de Jamrat Al Aqabah.

Dia 3: Jamrat Al Aqabah e Eid Al Adha – Dhu Al Hijjah 10

É neste dia que os peregrinos fazem o apedrejamento da Jamrat Al Aqabah, o local onde o diabo apareceu. Aqui os peregrinos devem jogar sete pedras uma após a outra enquanto dizem Allahu Akbar (Deus é Grande).

Após o apedrejamento da Jamrat Al Aqabah é celebrado o Eid Al Adha com o sacrifício do animal. Neste dia os homens devem raspar a cabeça e as mulheres devem cortar poucos centímetros do cabelo (aproximadamente a ponta de um dedo).

Dia 4: Tashreeq – Dhu Al Hijjah 11 – 13 (3 dias)

Nestes dias, os peregrinos ficam em Mina para apedrejar os três locais do diabo todos os dias para consolidar suas intenções e na esperança de que Allah aceite seu Hajj.

Dia 8: Tawaf Al Ifadha

Antes de deixar Meca, os peregrinos tiram suas vestes usadas na peregrinação e vestem suas melhores roupas. Os peregrinos circulam a Kaaba pela última vez.

Hajj – Caaba

Hajj durante a pandemia do COVID-19

Este ano, apenas cerca de 1.000 pessoas poderão participar do Hajj. Cerca de 70% são estrangeiros residentes no reino da Árabia Saudita e 30% são sauditas.

Todos os peregrinos iniciaram uma quarentena de sete dias e farão uma segunda quarentena após o Hajj.

Durante a peregrinação, os fiéis devem manter o distanciamento social, usar máscaras, luvas e lavar as mãos com frequência.

Referência: The National


Deixe seu comentário e siga o blog Vida no Egito.

Gostou dessas dicas e quer saber mais? Siga nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube. E fique por dentro de tudo o que acontece aqui na terra dos faraós!

Categorias:Religião

Marcado como:, , ,

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.