Mulher

A Cultura da Pureza

O assédio é um problema aqui no Egito, e é diferente o assédio no Brasil do Egito. Nós brasileiras estamos acostumados a ouvir uma música gráfica na rua, assistimos banheira do Gugu no domingo de tarde, e vimos muita troca de casal nas novelas. Para gente, você ter uma vida sexual visível e pública não é negativo, é parte da sua experiência como ser humano.

No Egito não é assim!

Muitos dos comportamentos que as pessoas aqui tem pareceriam absurdos para nossa perspectiva.

Até hoje tem quem pede lençol com a mancha da primeira vez, e se não tiver pode ser anulado o casamento… a vergonha é tão grande sobre a família, que pode levar a assassinar a filha para limpar a honra. Ainda que muito menos, acontece a mutilação feminina (tahara) como forma de controlar o desejo e prazer da mulher por ser “errado, sujo e pecaminoso”. Falar sobre aborto e métodos contraceptivos é sendo bem discreto… Homossexualidade é crime. Tudo isso faz parte de uma perspectiva diferente da brasileira em relação a sexualidade.

Bem vindo a cultura da “pureza” aonde o valor da mulher é em ser modesta, discreta e virginal ou puritana, tem uma grande maioria de adeptos aqui. E claro, quando essa idéia está em alta, a idéia de uma mulher sensual e poderosa é vista com desdém e desprezo.

Como o Egito vê a Mulher

O trabalho sexual foi legal no Egito durante a ocupação Britânica de 1922 até mais ou menos 1936, e tudo que remonta esse período é lembrado com muita tristeza. A exploração e colonização ocidental, além de abusos por parte dos soldados criaram uma rejeição ao estilo de vida ocidental e sexualidado que a gente está familiarizado… e muitas pessoas buscaram valores religiosos mais rigorosos e expressões culturais que se opunham a tudo isso. Eles realmente foram explorados e tem os motivos históricos deles.

Um famoso ditado Egípcio diz:

Mulheres são como balas. Se tiver uma embrulhada e a outra suja e desembrulhada, qual você vai escolher?

A cultura da pureza também limita as mulheres socialmente e economicamente. Como são “preciosas” e precisam ser protegidas, precisam abrir mão de uma carreira e vida social como maneira de honrar a sua família e marido. Apenas 15% das mulheres de 19 a 45 anos tiveram trabalho nos últimos 12 meses (DSH), e dessas 84% foram pagas em dinheiro.

36% dos homens egípcios entrevistados acreditam que é admissível penalizar fisicamente (violência doméstica) se a esposa sai sem avisar.

Mais da metade de egípcios em uma pesquisa de 2015 rejeitavam a idéia de mulheres como juízas, prefeitas ou presidentes.

O casamento também é feito internamente, com 17% das mulheres sendo casadas com primos de primeiro grau. Isso reflete a desconfiança com homens de fora da família e também as preferências pessoais dos casados.

Pesquisa DHS 2014

O que eu concordo e apóio, ou penso infelizmente é irrelevante. A formação cultural do egípcio é diferente da minha, e eu tenho que me adaptar. Mesmo no Brasil regiões são diferentes, e o conceito de pureza varia muito mesmo dentro de um único estado. O conceito de pureza e honra no Egito está muito ligado e meu objetivo é passar aqui, contexto. Porque entendendo um pouco da história a gente consegue ter mais empatia e se adaptar melhor.

As coisas estão mudando. As pessoas estão esquecendo da época que os britânicos exploravam a nação e matriculando os filhos nas escolas britânicas buscando preparo desde cedo para carreiras internacionais.Muitos jovens egípcios sonham em ir para outro país em busca de uma “liberdade” e estabilidade financeira. As redes sociais permitem que denúncias de abuso viralizem e que as mulheres deem opniões e sejam ouvidas. Mas o Egito não é o Brasil. Não temos a mesma história nem vemos as coisas com os mesmos olhos. Por isso, entenda como é aqui.


Categorias:Mulher

Marcado como:, ,

3 respostas »

  1. São culturas estranhas e diferentes. Da mesma forma que, para eles, a nossa cultura é, certamente, escandalosa e diferente.
    Há que respeitar, mas, ainda assim, custa aceitar as coisas que se fazem nestes países.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.