História

Mitologia Egípcia: Principais Deuses Egípcios

A Mitologia Egípcia, assim como a Mitologia Grega, gera muita curiosidade em todo mundo, e também um pouco de dúvida. O Egito é um dos países com paisagens mais intrigantes que existem, e com certeza o destino de viagem de várias pessoas… Mas, você sabe como funcionava a religião no Antigo Egito? A Sociedade Egípcia […]

Mitologia Egípcia: Principais Deuses Egípcios & Livro dos Mortos — Mundo do Estudo – Site

A Sociedade Egípcia se baseava muito em seus deuses, e tal fato era tido como uma verdade absoluta. Sua Mitologia foi expressada em paredes, através dos hieróglifos.

Os egípcios cultuavam bastante seus deuses, prestando-lhes homenagens, oferecendo tributos, etc. Para promover esses cultos, eles construíram templos, onde os sacerdotes realizavam seus serviços. Veja abaixo alguns dos principais deuses deste povo!


(Não estão em ordem de importância!)

IMPORTANTE: NEM TODOS OS DEUSES ESTÃO AQUI!

CURIOSIDADE = grande parte dos deuses egípcios costumam serem retratados com partes de animais, mesclados com partes humanas.

Referências no final!

Mitologia Egpícia

Principais Deuses Egípcios:


• : era considerado o deus do sol. É um dos responsáveis pela criação da existência para o povo egípcio. Ele teve alguns ‘’rivais’’, e possuía cabeça de animal.

• Hórus: era filho de Osíris e Ísis. De acordo com o mito mais conhecido, ele matou seu tio Seth (ou Set, Seti) e tomou o trono do Egito. Considerado o deus da luz e do céu, tinha cabeça de falcão.

Deus Hórus – Egito Antigo

• Anúbis: possuía cabeça de animal e corpo humano. Ele era responsável pelo reino dos mortos antes de Osíris ser morto. Era conhecido por mumificar os mortos.

• Ísis: era uma deusa muito adorada, já que ajudava os mortos à entrarem no pós-vida. Ficou conhecida por ser muito altruísta e generosa. Era a mãe de Hórus e a esposa/irmã de Osíris. Quando seu marido foi assassinado, ela reuniu as partes de seu corpo e uniu-as, ressuscitando ele.

Deusa Ísis – Egito Antigo

• Osíris: conhecido como o deus da vida após à morte. Filho de Zeb (ou Geb) e Nut, casou-se com sua irmã, Ísis. Foi morto por seu irmão Seth (também chamado de Set ou Seti), mas foi ressuscitado por sua esposa. Ele se tronou Juiz e Senhor dos Mortos.

• Ámon: de fato, ele é um dos deuses mais conhecidos e poderosos. Depois de um tempo, ele passou a ser retratado com cabeça de carneiro. Era o deus do ar e do sol. Foi o deus supremo do Antigo Egito durante o Novo Reino, e, em certo momento ele acaba se fundindo com Rá, tornando-se Ámon-Rá.

• Thot: era o deus da sabedoria, escrita e magia. Era o escriba do submundo, e mantinha a biblioteca dos deuses, além de ser o mestre das leis físicas e divinas. Foi ele quem escreveu feitiços em dois livros: ‘’O Livro dos Mortos’’ e o ‘’Livro de Thot”, que continha segredos universais. Também era retratado com cabeça de animal.

• Seth: também chamado em alguns locais de SetSeti, entre outros nomes, era o deus do caos, escuridão e das guerras. Ele matou seu irmão Osíris, mas acabou por perder a supremacia do Egito para o deus Hórus. Também costuma ser retratado com partes de animais.

• Nephthys: também chamada de Néftis, era a irmã e esposa de Seth (também chamado de Set ou Seti) e Osíris. Porém, quando Seth matou seu irmão, ela se afastou dele. É sempre bastante complexo diferenciar ela de sua irmã, Ísis, até mesmo em questão de maridos, já que em alguns livros isto se mostra bem confuso.

• Hator: (ou Hathor) considerada a guardiã das mulheres grávidas e protetora dos amantes. Possuía cabeça e/ou orelhas de vaca. Era vista como uma deusa gentil, afetuosa e sábia.

• Maat:  era a deusa da verdade, moralidade, justiça, ordem e harmonia. Costuma ser retratada com uma pena na cabeça. Em seu salão ocorria a chamada “Pesagem do Coração”.

Obviamente, existem muitos outros deuses, mas infelizmente eles não serão abordados aqui.


Livro dos Mortos:

Como dito, esse era um dos elementos mais importantes da Mitologia Egípcia. Seus textos eram produzidos em rolos de papiro, e ele continha os principais preceitos mágicos e ladainhas sobre o destino dos mortos.

O Livro orientava as pessoas à acharem o reino dos mortos. Mas, as pessoas tinham de serem julgadas, e quando estava diante do deus Osíris, o morto devia fazer a chamada Confissão Negativa.

Fonte

Deixe seu comentário e siga o blog Vida no Egito.

Gostou dessas dicas e quer saber mais? Siga nossas redes sociais: Instagram, Facebook e Youtube. E fique por dentro de tudo o que acontece aqui na terra dos faraós!

Categorias:História, Religião

Marcado como:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.